E aí eu escrevi um livro: “Anões”

Há muito tempo atrás eu tive a ideia de escrever um livro. Só que nunca fui um cara muito compenetrado e não manjava das putarias de como proceder para escrevê-lo. Só que aí mudei de cidade. “E o que que tem a ver, seu loco?” você deve ter dito. Calma, cara. É o seguinte, quando me mudei para Campo Grande/MS, criei uma meta para mim mesmo: vou terminar esse livro nem que seja a última coisa que eu faça na minha vida. Mentira. Cêis sabem que eu nunca chegaria a tanto. Mas eu decidi continuar a escrever o livro. Eu morava com a minha irmã aqui e decidi que só voltaria a publicar um post no meu querido blog quando eu terminasse o livro. E, porra, faz um ano e meio. Tá certo que eu peguei firme para escrever o livro somente em março (ou foi abril?) deste ano. E só fui terminar uns seis meses depois. Isso porque tive uma férias no meio disso tudo.

Continue reading “E aí eu escrevi um livro: “Anões””