Às vezes eu falo para a galera que meu gosto musical é eclético e muita gente não acredita. Obviamente que existem ritmos e estilos que eu gosto mais do que outros. Não gosto muito de samba e pagode, apesar de curtir bastante Raça Negra, SPC e pagode anos 90 no geral. Mas, somando o que tem de bom e ruim, acho que o que tem de ruim se sobressalta sobre o que tem de bom neste caso.

Rap metal e punk são os ritmos que mais me atraem e que possuem mais músicas boas. Grunge completa o pódio. Mas algo que a galera detesta e que eu curto muito é sertanejo universitário. Podem tacar pedras, mas eu curto muito tal estilo de música. Se pá é melhor que grunge. Lembrem-se de que fui criado no Faroeste Paulista e lá, porra, se tu não ouvir sertanejo é bom ir no médico para conferir a quantas anda teus ouvidos.

RATM_bdo
Hey yo, it’s just another bombtrack, yeah! It goes a 1, 2, 3…

Manda seu top 10 nos comentários, no Twitter, no Facebook ou em qualquer outra rede DITA social. Bora lá!

10) Green River – Creedence Clearwater Revival

Conheci esta música (e o grupo também) por causa de GTA: San Andreas. Toda vez que a escuto tenho vontade de pegar uma Harley e sair por aí. Nunca vai acontecer, mas quem se importa?

9) A Horse With No Name – America

Porra Leandro, outra música do GTA? Não. Conheci esta música na novela América (que tinha Debora Secco como Sol, uma imigrante ilegal nos EUA) que, apesar de ruim, tinha músicas boas. Logo depois disso eu joguei GTA e aí gostei mais ainda. Vi aqui e San Andreas de PS2 é poucos meses mais velho que América. Joguei GTA no PC muitos meses depois.

8) L’Amour Toujours – Gigi D’Agostino

Gigi D”Agostino tem tantas músicas boas que foi difícil escolher uma. A única certeza que eu tinha é que sua presença era certeza nesta lista. Poderiam estar aqui Bla Bla Bla ou Another Way, mas L’Amour Toujours, pra mim, é a síntese do que deve ser uma música de balada.

7) Stuck In The Middle With You – Stealers Wheel

Ninguém conhece as músicas que o Tarantino coloca nos filmes. Até ele colocar. Poderia estar aqui, por exemplo, Hold Tight de Dave Dee, Dozy, Beaky Mick & Tich (do meu filme preferido: Deathproof). Mas a cena em que Stuck In The Middle With You me traz uma lembrança muito boa (não sou psicopata). A violência e bizarrice de Michael Madsen na melhor cena do cinema de todos os tempos não poderia ficar de fora. Se você quiser ver o clipe original da música (que é bem legal), toma aí o link.

6) What Did I Ever Give You – Kaiser Chiefs

Kaiser Chiefs foi uma das primeiras bandas que comecei a ouvir quando gostei de rock. Então é claro que, mesmo reconhecendo que existem várias outras bandas e músicas legais, as primeiras que a gente escuta guardam aquele sentimento de nostalgia. Poderiam estar no lugar dela I Predict a Riot e Modern Way, companheiras de What Did I Ever Give You no álbum Employment, ou até mesmo Heat Dies Down, Thank You Very Much e Love’s Not A Competition (But I’m Winning). Esta última por muito pouco não entrou na lista.

5) Digital Love – Daft Punk

Vocês estão percebendo como eu sou um cara romântico, não? Pois é. Eu gosto tanto de Digital Love que meu livro “Anões” foi baseado em uma cena de um capítulo chamado… Digital Love. Acho que não preciso dizer mais nada.

4) Sonhos Perdidos – Bruno e Marrone

Podem tacar pedras, falar que eu estou louco e qualquer outra coisa. Foda-se. Sonhos Perdidos é uma música muito foda. Se fosse qualquer cantor gringo, vocês iriam chorar e falar “ain que música lindaaaaa!!!”. E Bruno e Marrone poderia estar aqui nesta lista por uma série de outras músicas boas, tais como Um Bom Perdedor (outra que, por muito pouco, não entrou na lista), Só Pro Meu Prazer, Vida Vazia, Deixa, Trânsito Parado, Inevitável, Agora Vai, Então Pode Ir e… já chega né?

 

3) American Jesus – Bad Religion

O pódio já começa com música fodaralhaça. Daqui para a frente, várias e várias músicas destas bandas poderiam estar aqui, então nem vou citá-las. Bom, eu ouvia American Jesus durante boa parte das viagens Presidente Epitácio/Presidente Prudente que fiz por causa do TCC (de no que deu, né?). Eu não sou anti-americano, não detesto a cultura americana nem nada do tipo, mas essa música é tão boa que PQP. Cala a boca e ouve aí.

2) Heart-Shaped Box – Nirvana

Nirvana. Música deprê. Clipe foda. É isso o que você precisa saber.

1) Bullet In The Head – Rage Against The Machine

De novo: não sou comunista (longe disso). Mas a vontade de quebrar tudo e ser contra o sistema às vezes é muito forte (que frase idiota). No entanto, a nossa submissão diária está tão sintetizada no verso “They say ‘jump’, you say ‘how high’” que fica difícil não gostar desta música. Vou quebrar meu quarto aqui. YA GOTTA BULLET IN YA FUCKIN’ HEAAAAD!!!

2 thoughts on “Top 10: Melhores músicas de todos os tempos

  1. Umas músicas minhas sem ordem nem nada

    Proud Mary – CCR
    Catch my Death – RHCP
    Whel of Time – Blind Guardian
    Miss Alissa – Eagles Of Death Metal
    Pequena Morte – Pitty
    Meu Amigo Pedro – Raul Seixas
    From Chaos to Eternety – Rhapsody of Fire
    Tordilho Negro – Teixerinha
    Pretender – Foo Fighters
    Alive – Pear Jam
    Run to the Hills – Iron Maiden
    Fuel – Metallica
    Stone Cold Crazy – Queen
    Come together – Godsmack
    All Along the Watchtower – Jimi Hendrix

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s