Você, caso não tenha passado seus últimos dias em alguma calçada fumando crack, deve ter ouvido falar do lançamento do Humaniza Redes, iniciativa do Governo Federal que visa “enfrentar as violações de direitos humanos na internet”. Não vou me estender sobre a finalidade do programa, mas, se eu presenciar alguma violação de direitos humanos, eu vou ligar diretamente para a polícia e não para um órgão que serve apenas como ouvidoria. Eu, particularmente, sei o que é crime e quero que ele seja apurado da forma mais rápida possível, sem precisar de intermediários que vão verificar a qualidade da minha denúncia. Espero que discursos de ódio como o da imagem abaixo sejam julgados de forma correta.

dilmabolada
pera um pouco…

O assunto aqui é outro. Enquanto você estava aí trabalhando na tarde desta sexta-feira, um órgão do Governo Federal decidiu lançar um manual de como você deve se comportar na internet. Qualquer forma de regular como as pessoas devem se comportar me dá vontade de fazer um discurso de ódio que AAARRGGGHH!!! (passou… passou…)

Sem comentários (se eu comentar vou acabar ofendendo alguém)
Sem comentários (se eu comentar vou acabar ofendendo alguém)

O post no Twitter está aqui. Os erros se iniciam logo na apresentação da imagem. “Desenhadinho”. Uma das coisas que mais detesto na internet é quando alguém se acha tão superior que desdenha da capacidade de compreensão dos outros. Eu não gosto de imagens auto-explicativas e com conclusões rasas. Explique-se melhor! “Entendeu ou quer que eu desenhe?”. Esse tipo de pensamento volta na conclusão da imagem, que pede que a pessoa “pesquise mais, pense mais, guarde para depois”. Realmente as pessoas devem estudar mais. Mas, para evitar discursos de ódio, é fácil: você está diminuindo alguém somente por causa de uma característica dela? Sim? Então é ódio. Ou não é ódio. Depende do que você acha. Bora conversar sobre isso e chegar em uma conclusão. Só não me venha forçar como eu devo pensar.

“É pertinente?”. Será que é pertinente falar do rebaixamento das notas do Brasil pelas agências de risco em uma matéria sobre desvio de dinheiro na Petrobras? Ou falar sobre as atitudes e discursos do nobre deputado Bolsonaro em uma discussão sobre ataques sofridos por homossexuais? Tudo é pertinente se você for analisar o contexto. Os assuntos não estão soltos. Tudo é interligado.

“É útil?”. Quem sou eu para classificar os pensamentos das pessoas? Eu posso achar inútil, mas outra pessoa não. E mesmo que um comentário seja inútil, ele pode servir como amostragem de como as pessoas pensam.

“Pode ofender alguém?”. Novamente, alguém pode se sentir ofendido? OK. Outras não? OK também. Vamos agora discutir sobre ofensas? Aí sim. Quem ofende tem o direito de defender sua “ofensa”, retirá-la, pedir desculpas, fazer qualquer coisa. Menos perder o direito de manifestá-la.

“É um palpite?”. Ué, não podemos mais trabalhar com especulações. Somente sobre fatos concretos que já tiveram seu fim? Então não podemos mais falar julgamentos e processos em andamento.

“Você gostaria de ouvir?”. Talvez não, mas a outra pessoa gostaria de falar? Pois então que ela fale.

Concluindo, a imagem “Lógica para comentários” prega que as pessoas devam se auto-censurar. Esse tipo de atitude tomada pelo governo abre precedentes para coisas muito piores. É muita loucura pensar que existe um manual de comportamento na internet. Seria bom se lançassem um manual de comportamento para Brasília também.

Antes de entrar em uma polêmica, o sujeito seguidor dessas regras se policiará e, possivelmente, se silenciará. Como as pessoas estão tão “politizadas” hoje em dia, certeza que alguma coisa que você fala “ofenderá” alguém. Se tem gente que se ofende com duas mulheres se beijando em uma obra de ficção, melhor nem procurar no dicionário o significado de ofensa. Já deve ter rolado um projeto de lei para alteração do significado e eu nem fiquei sabendo. Melhor eu pesquisar mais, pensar mais e guardar este texto para depois.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s