Outubro de 2012. O mundo recebia com receio a compra da LucasFilms pela Disney. A pechincha de 4 bilhões. A “gigante da magia” (?) estendia ainda mais os seus braços para tomar conta do entretenimento audiovisual mundial. Muitos idiotas acharam ruim, muitos otários de internet falaram “ain, vão infantilizar Star Wars”, implicando que Mickey, Pateta e seus amigos deveriam fazer alguma aparição e se esquecendo que ewoks e gungans são muito piores. Anos antes a grande compra tinha sido a da Marvel. Pessoal reclamou pra caralho mas, ao lado de Batman, Homen de Ferro é o maior super-herói dessa geração. Um terceiro filme está chegando aí para abrir um novo arco que culminará em mais um estupendo blockbuster/mainstream/vende-pra-caralho chamado Os Vingadores 2. Falando a verdade, a Disney só tava dando bola dentro.

E pô, os caras compraram a LucasFilms. Se vocês não sabem, a cada nova versão de Star Wars o George Lucas fazia uma alteração em alguma coisa. Eram coisas mínimas mas que, ao longo dos anos, estava depredando o coliseu da maior série de filmes da história (foi mal aê Poderoso Chefão). Observando isso, a Disney logo anunciou que faria um sétimo episódio de Star Wars. Os fãs foram à loucura, rojões foram lançados aos céus e stormtroopers saíram nus correndo nas ruas só de capacete. Após breve especulação, foi escolhido J.J. Abrams para dirigir saporra toda. Inclusive, LIKE A REVOLUÇÃO RUSSA, teremos um ensaio geral no novo filme do Star Trek. Já dá pra saber mais ou menos como será Star Wars. Caramba… tava vendo aqui… não pesquisem “stormptrooper nude/naked”.

Battlefront nos permitia cenas como essa, em que corrigíamos as cagadas de George Lucas.
Battlefront nos permitia cenas como essa, em que corrigíamos as cagadas de George Lucas.

E no pacotão da LucasFilms veio também a LucasArts. A saudosa Lucas Arts. Sim, saudosa porque só vive de seus sucessos do passado. Aquela mesma empresa que lançou clássicos dos adventures point’n’click como The Dig, Day of Tentacle, Thrillville, Monkey Island, Grim Fandango e Full Throttle. A mesma de bons jogos para o SNES, como o sempre lembrado (pela galhofagem) Zombies ate my Neighbors ou então Metal Warriors. E os jogos da série Star Wars? PQP. Dezenas de bons games: a revolução gráfica de Rogue Squadron para Nintendo 64, os zilhares de jogos de naves, o ótimo Republic Commando, o multiplayer massivo de Battlefront I e II ou então as escolhas da série Knights of the Old Republic. E Kinect Star Wars? Ok, esse não. Então, isso tudo foi pro saco. Os jogos que estavam em produção, como Star Wars: Battlefront III e Star Wars 1313 foram cancelados. Caras… Battlefront III. Imagina um Battlefield 4 com naves de Star Wars em altíssima definição? Não, melhor não imaginar.

A Disney fechou a LucasArts por um motivo simples: não dava grana. Desde a compra da LucasFilms eles devem ter posto um auditor ou qualquer coisa parecida na empresa pra ver a quantas anda as coisas por lá. Viram que não dava pra continuar. Coisas normais que acontecem. Empresas fecham. E se está dando prejuízo, não há motivos para continuar aberta. É pra ficar triste? Sim, mas nem tanto. E com certeza vai ter um puto pra falar que “aí não faley? Olhaí a Disney fazendo merda”. Por favor, não defequem pela boca.

Pensando bem, a Disney tá meio que parando com esse negócio de games, não é mesmo? Qual foi o último grande sucesso da empresa? O primeiro Epic Mickey, para Wii, era lindo mas tinha graves problemas de jogabilidade. Já o segundo Epic Mickey é zzzzzzz… A Disney não vem acertando nos games faz tempo. A época dos bons jogos para SNES já se foi há muitos anos. Dessa forma, menos um motivo para continuar com a LucasArts.

Do tempo em que os jogos eram mais motherfuckers
Do tempo em que os jogos eram mais motherfuckers

Se você é um nostálgico como eu e curtia os adventures da LucasArts (eu não gosto tanto, mas entendo a importância), a TellTale taí pra te ajudar. Os caras que trabalhavam na LucasArts na área dos point’n’clicks já migraram pra lá faz um tempão. Não há motivo pra choro. Vai lá jogar um The Walking Dead e para encher o saco com chororô. A maior tristeza fica mesmo pelo cancelamento dos dois jogos que estavam em desenvolvimento e dos 150 funcionários demitidos.

E não pense que você não verá novos jogos de Star Wars. Ok, não vai sair um tão cedo, mas pra quê pressa, né? Pode ter certeza que eles ainda virão (ou não). Só que serão na base na licença que a Disney liberará a marca Star Wars. Battlefront III e Star Wars 1313 foram cancelados, mas a Disney não é louca de pegar tudo o que já foi feito para esses games e jogar no lixo. Com certeza pintará alguma empresa para pegar o que já foi produzido até aqui e aproveitar num novo título. Imagina que legal se Star Wars 1313 passasse a se chamar Star Wars Forever? LOL. Muita gente quer jogar Battlefront III e, pô, qualquer coisa que tem o nome Star Wars na frente ainda vende muito. E, o mais importante, quem se cansa de matar ewoks? Eu não.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s