Quem nunca teve problemas com espaço? Fudidos (que nem eu) tem muitos móveis inúteis pela casa, repletos de coisas inúteis, boring, sem sentido e cafonas. Quem não tem um bibelô pela casa que, por ser um bibelô, só ocupa espaço e junta poeira? Então, com computadores, o problema de espaço (aqui chamado de armazenamento) é semelhante. Você sempre quer ter aquele filme que já assistiu, para ver numa ocasião que nunca vai ocorrer e com aquelas pessoas que só vê de vez em quando. Pode falar: isso é uma merda. Ainda bem que consegui me desintoxicar disso. Não guardo mais nada no PC.

Sempre existiram dois tipos de armazenamento. Aqueles que guardamos em casa ou no trabalho, robusto, onde se pode deixar muita coisa sem se preocupar (muito) com o espaço. No ângulo histórico, entram aí as tabuletas de barro, armários de metal, daqueles comuns em escritórios de contabilidade até pouco tempo atrás (como assim “pouco tempo atrás”?) e hard drives. 

O outro tipo é o armazenamento para transporte rápido e para lugares não convencionais, como a casa de um amigo ou a balada (ahm?). Levávamos jogos pirateados de PC em disquetes na década de 90, bem como CDs de PS1, DVDs de filmes e pendrives com jogos (e coisas menos importantes, como documentos) nos anos seguintes. São responsáveis por isso o papel (o objeto mais portátil já inventado), os cartões perfuráveis, os disquetes, flash drives, CDs, DVDs, Blu-rays.

Saca só essa imagem com a evolução (clique na imagem para abrir em tamanho maior).

 

 

Mas aí como fica a porra toda quando você possui a nuvem, conseguindo acessar seus arquivos em qualquer lugar do planeta Terra (e, quem sabe, até fora dela)? Claro que a vida é facilitada, dispensando HDs “físicos”, com a segurança aumentada (ou não) e blá blá blá. Todo mundo já sabe. Ou, quem não sabe, me diga como chegou ao meu blog. Bom, nuvem já tá aí há um bom tempo. Tempo até demais no mundo da tecnologia, mas não tanto na história do armazenamento. Fica a minha pergunta: e depois da nuvem?
Depois da nuvem temos o arco-íris e depois sooooooomewheeeeree oooover…

Bom, depois da nuvem teremos as camadas holográficas (camadas seria o certo?) e os computadores quantum. Aliás, qualquer coisa que tem quantum no nome significa, para mim, coisa do futuro. E geralmente aquele futuro inalcançável.

Essas camadas holográficas serão os dispositivos móveis do amanhã. Esses negócios poderiam durar 30 anos, o que é uma quantidade considerável. Quantos anos dura uma fita K-7, VHS ou um DVD? Com certeza, muito menos que isso.

O HVD já está em desenvolvimento já faz um tempão (desde 2004, quando não existia nem internet) e teria uma capacidade de 6 TB. Esses HVDs poderiam ser usados para carregamento pessoal, uma vez que utilizar um HD externo com essa capacidade é meio difícil. Mas, se pensarmos bem, um pendrive do futuro deve caber bastante coisa. Mas, com as possibilidades da nuvem e da compra de conteúdo digital, acho difícil lançarem qualquer computador com leitor de HVD. Quem sabe a Sony não lança um PS4 com HVD, mesmo sabendo que, daqui a poucos anos, games serão apenas em formato digital.

Computadores quânticos: um dia você entenderá. Não hoje, com certeza


Já os computadores quantum possuem permitiriam um melhor aproveitamento dos bits. Não entendi muito bem a parada, uma vez que não manjo nada de física, mas, pelo jeito, esses computadores quantum seriam capazes de comprimir dados de uma forma impensável (para trouxas como eu e você).


Imagina que foda possuir um computador quantum? Imagina a velocidade em que ele deve processar os dados. Daria pra abrir todos os programas do pacote Adobe ao mesmo tempo que faz 200 downloads. E com o Aero Peek ativado.

Enquanto esse futuro não chega, fique com seu HD externo de 500GB.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s