Nacionalismo nunca foi minha praia. Sempre achei essa parada de defender o próprio país um pouco idiota. Se todos são iguais perante a lei e a ciência, me considero um cidadão do mundo e não um “brasileiro com muito orgulho e com muito amor”. Nas aulas de História (minha disciplina favorita ever), estudar o passado de nosso país sempre me deu muita (não sei como dizer isso) “vergonha alheia” e sono. O Brasil nunca participou de uma guerra fudida na qual os brasileiros se orgulhem de relembrar. Taí. Descobri porque não sou nacionalista.

Ultimamente está cada vez mais chato morar no Brasil. Para um cara que vive na internet e depende de tecnologia como eu, viver aqui é uma bosta. Hoje foi foda. Acordei antes das 7h com minha mãe dizendo que eu tinha que tirar a segunda via de uma conta. Os Correios não haviam entregado a droga da conta ou então algum vizinho que não gosta da gente (tem aos montes aqui) deve ter pego a conta pra fazer macumba.

A jaiminização dos Correios


Entrar no site, tirar a segunda via, beleza. Pra um cara que vive na internet, fichinha. Mas quem disse que o site ajudava? Claro que eu não guardo senhas de coisas que não uso (ou não deveria usar), então parti para a recuperação via email. Bah, o site da Vivo, com aquele roxo desgraçado, não aceitava um simples captcha. Depois de quarenta minutos de tentativas e erros, consegui. Ufa!

Um pouco mais tarde fui nos Correios para reclamar da conta que não chegou e a mulher me disse que eu não era o único a relatar o problema. Perguntei se aquilo só acontecia no meu bairro e, para minha surpresa, a merda acontece na cidade inteira. O que isso significa? Tem um monte de carteiros por aí que estão pouco se fudendo se as suas contas e correspondências (que trazem, vejam só, informações pessoais) chegam na data e CASA certas. Eu fico desgraçado da minha cabeça com isso.


Este país está inabitável. Não sei se já comentei isso em outro post, mas, há algum tempo, fiquei meses para resolver uma pendenga coma Caixa. Precisavam de um monte de documentos que eles já tinham acesso, precisavam de um gerente com mais boa vontade e precisavam que eu os “ameaçasse” com um processo para a bagaça sair. É você dizer para um funcionário público que irá no Pequenas Causas (acho que é assim que se diz) para seu problema ser resolvido. Parecem putas que só funcionam na pressão.

Estou cansado disso. E me canso ainda mais ao assistir os vídeos do BRKsEDU no Canadá. Sou muito suscetível às facilidades (mas quem não é?). Será que nosso país alcançará nível semelhante algum dia? Espero que sim. Enquanto isso não acontece, prefiro lavar pratos num Wendy’s da vida que é mais negócio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s