A semana anterior às provas é sempre do mesmo jeito. Aquele monte de trabalhos que carregamos com a barriga por todo o semestre, um monte de folhas para escanear (pelo menos no meu caso, um defensor da natureza) e algumas coisas para estudar.


Certa vez fui entrevistado em uma matéria sobre como os alunos de Comunicação Social estudam para as provas. Respondi que ouço músico enquanto gravo partes da matéria. Já aconteceu de, durante a prova, eu me lembrar a resposta junto com a música que estava tocando no momento que eu li sobre aquilo. Isso deve ser denominado memória musical ou qualquer outro nome que um neurologista queira dar.

Esta semana estou fazendo um revival de músicas pop/rock baseado nas rádios de GTA San Andreas. Lembro que na época a maioria dos jogadores prefiriam as músicas da Radio X por ela conter clássicos do final dos 80 e começo dos anos 90, como Cult of Personality (Living Colour), Hellraiser (Ozzy Osbourne), Welcome To The Jungle (Guns N’ Roses) e  Killing In The Name (Rage Agaisnt The Machine). No entanto, eu sempre preferi o estilo mais pop rock da K-DST.

Isso sim é um logo

Sim, a rádio faz referências às doenças sexualmente transmissíveis que eram febre naquela época (nossa! Que piada horrível!). Todas as músicas dessa rádio são boas. Você pode não curtir as menos conhecidas como a curtíssima Two Tickets To Paradise (Eddie Money), Get Down To It (Humble Pie) e Runnin Down a Dream (Tom Petty). No entanto, mesmo essas são muito boas. Facilmente, no meio de uma missão importante eu colocava-as para relaxar e marchar rumo à vitória e mais respeito perante os gângsters.

Na minha memória, a rádio é marcada por quatro músicas: a chiclete A Horse With No Name (America); a clássica Strutter (Kiss); a melhor música do The Who, Eminence Front; e uma das melhores músicas de todos os tempos, Hold The Line (Toto). Depois que descobri um site que trazia todas as rádios de GTA: San Andreas, a primeira rádio que baixei foi esta e as quatro primeiras músicas ouvidas foram essas.

Depois de dois dias inteiros ouvindo-as em looping infinito, dei chance para as outras músicas. E não me decepcionei. Pelo contrário, algumas delas são até melhores que algumas das quatro supracitadas. Temos as famosas White Wedding (Billy Idol), Somebody Up There Likes Me Cleaned (David Bowie), Slow Ride (Foghat) e Young Turks (Rod Stewart).

Entre essas estão algumas que também são famosas, mas que eu nunca tinha ouvido antes na minha vida. São elas Smokin (Boston), Green River (Creedence Clearwater Revival), Some Kind of Wonderful (Grand Funk Railroad), Barracuda (Heart), Woman To Woman (Joe Cocker) e Free Bird (Lynyrd Skynyrd). Se você quer animar uma festa com temática antiga basta dar o play na melhor rádio de um jogo já criado.



Curta trechos das músicas no vídeo abaixo.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s