Que o mundo está para acabar não há dúvidas. Conspirólogos de toda parte apontam para uma Terceira Guerra Mundial causada pela queda de poder dos EUA. Outros malucos dizem que o mundo pode acabar pelo apocalipse zumbi, pelas máquinas (vindas do futuro ou não) ou por alienígenas. Muitos outros ainda falam até em arrebatamento ou fim do ciclo do calendário maia. Não interessa: o tema “fim do mundo”, “apocalipse” ou “armageddon” está na moda.


Seguindo a moda, mas tomando um caminho diferente, Eduardo Spohr (A Batalha do Apocalipse e Filhos do Éden), Alexandre Ottoni e Deive Pazos criaram um livro que todo nerd deve ter em casa. Ele é uma obrigação. Chama-se Protocolo Bluehand: Alienígenas. Não devemos nem discutir a importância de uma obra que vem com o subtítulo “Seu guia definitivo contra a ameaça extraterrestre”.

O livro, recheado de casos reais de avistamento, abduções e atividades alienígenas, traz, de forma bem-humorada e encaixada, passagens de filmes, livros e outros. Essas passagens suavizam o texto e dão o contexto necessário para cada tópico. Comprova-se que a pesquisa foi realmente grande no segundo apêndice, que lista todas as fontes utilizadas.

Com uma linguagem imperativa, comum em guias, os nerds explicam como os ETs virão, suas características, formas de defesa e milhares de outras coisas. São 333 páginas de pura informação, sem enrolação.

Perdeu, Spock!
Este é o nosso novo símbolo!

Mas o destaque vai para a diagramação e arte-finalização do livro. Com certeza um dos livros mais bem-acabados que já vi. Desde o “sangue alienígena” brilhante e em alto-relevo da capa, até o aspecto sujo das páginas interiores. Quando abri o livro, pensei que tivessem mandado uma edição usada. Há indícios de dedos e poeira nas páginas. Só depois fui perceber que quilo foi proposital. 

As anotações feitas à mão por Bluehand são um show à parte. Parece que o Nerd Enciclopédia revisou o livro inteiro antes da publicação. As ilustrações de Márcio L. Castro também são demais. Bom, acho que não tem nenhum livro no Brasil (se brincar no mundo) feito com tanto esmero e dedicação. Gostei tanto do livro que o li em menos de 48 horas.


Só digo uma coisa: compre-o, leve-o à sério e sobreviverá!

2 thoughts on “Review: Protocolo Bluehand: Alienígenas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s